quarta-feira, abril 29, 2009

Sorte: Esperança?


Caro único leitor amigo, não sei ao certo a origem da crença que os insetos “esperanças”, aqueles grilos verdes, dão sorte. O que eu sei é que cresci ouvindo isso, e por mais que falte cientificismo nisso, não posso evitar de ter essa idéia em minha mente.

Nunca vejo esperanças. Realmente não me lembro a última vez que vi uma. Mas ontem algo inusitado ocorreu,vi duas esperanças e o mais esquisito é que uma delas me seguiu. Tudo bem que grilos não são cachorrinhos, mas digo que me seguiu por uns 500 metros.

Não pude evitar: joguei na sena pela primeira vez na vida. Quem sabe essa semana meus problemas não se resolvam.

Entretanto, caro único leitor amigo, já me consideraria uma garota de muita sorte se ganhasse na quina ou na quadra.

Se sumir daqui, já sabe: fiquei milionária.

2 comentários:

Clari... disse...

odeio esse inseto podre aaaaaaaaaaargh

mas dois juntos eu talvez pensasse q era bom pressagio

Amandita disse...

Eu sabia que era mal presságio, quando no dia seguinte vi a esperança morta.

Ou quem sabe não tive sorte no jogo, pra ter sorte em ...