quinta-feira, junho 11, 2009

Minha...

Minha poesia é prosa, minha rima pobre,
meu substantivo abstrato, meu verbo irregular,
minha simetria desarmônica,
minha fala simples, meus pensamentos complexos,
minhas idéias repetidas,
minha alma feminina, minha casca delicada,
meu romantismo discrente e minha desilusão esperançosa.

3 comentários:

Nely ✿ disse...

Que lindo, moça!
Suave poesia ;)

Amanda disse...

Obrigada, mas não teria a pretensão de dizer q é um poema, mas umas frases que ficaram martelando minha cabeça :)

Clari... disse...

verbos irregulares sã os melhores! possibilitam saber quem conhece a língua de verdade ;)